Encontrando um apartamento em Vancouver

E chegou, enfim, o post sobre a nossa busca em si. Adianto: foi super estrassante, deu vontade de chorar, teve dia que andamosmais de 20 km e de cada 20 apartamentos que a gente ligava, um estava “disponível”. Só que não.

Adianto: foi super estrassante, deu vontade de chorar, teve dia que andamos mais de 20 km e de cada 20 apartamentos que a gente ligava, um estava “disponível”. Só que não.

Recapitulando: tínhamos 9 dias de Air BnB, precisamos fazer Sin, telefone e conta do banco antes da procura e tínhamos uma vaga ideia dos locais que eram nossos preferidos. Começamos a busca no segundo dia aqui em Vancouver.

Ouvimos que aqui se encontrava ap de duas formas: saindo na rua e procurando placas ou/e por sites como o craigslist. Nosso primeiro passo foi sair pela cidade feito dois loucos arás de placas. Começamos pela região do nosso Air BnB, na parte central de Vancouver (digo geograficamente central, não foi em downtown). No nosso segundo dia aqui (o primeiro foi dedicado pro Sin e o Banco) andamos mais de 20 km pela cidade atrás de placas. Ficamos das oito da manhã até oito da noite caminhando sem parar. FOI HORRÍVEL! Chegou no final do dia a gente não tinha encontrado UM apartamento disponível e estávamos completamente podres.

No terceiro dia resolvemos procurar na área central de Vancouver. Saímos às 10 de casa, com os pés doendo pra cacete. Depois de 15 km depois o único ap disponível que achamos foi um a $1900.COMPLETAMENTE FORA DO NOSSO ORÇAMENTO. Coloquei em Caps pq esse era meu sentimento no dia. Voltamos para o Air BnB no meio da tarde, desiludidos, sem saber ao certo o que deveríamos fazer. Descançamos e pensamos, precisamos mudar de estratégia.

No quarto dia, antes de sair de casa, começamos ligar para todos os números do craigslist e do padmapper que tinham anúnicos. Começamos a considerar até basement (algo que não estava nos nossos planos). Ligamos até para administradoras de aps. Foram poucos retornos, mas conseguimos marcar visitas em outros dias.

Nossa estratégia mudou, decidimos ligar primeiro e correr as ruas depois. Nesse dia fomos até Burnaby. Adoramos lá. Percorremos atrás de placas e conseguimos visitar nosso primeiro ap. Foi bom? Não. Visitamos um ap  acima do nosso orçamento, que precisariamos mostrar na nossa conta canadense seis vezes o valor do alguel e quando chegamos para dar um confere tinha uma família que visivelmente estava sendo despejada do local. Foi horrível, a energia tava péssima, eu sai quase chorando dali. Saímos de lá e continuamos procurando, mas não conseguimos nada. Sentamos em um café e meu marido teve que controlar meus nervos. Era nosso quarto dia aqui, faltavam cinco para terminar nosso air bnb e nenhuma perspectiva de lugar. Nesse momento eu, como uma pessou bem pouco ansiosa, estava desesperada achando que ia morar embaixo da ponte.

No quinto dia marcamos uma visita em um ap em North Vancouver. Demoramos anos para chegar até lá e quando cheguei tinha passado cinco minutos do prazo de visita. O cara como bom canadense pontual não deixou a gente visitar. Depois de todo o role que demos para chegar na casa do cara, a gente teve vontade de falar para ele: EU NÃO QUERIA MESMO. Mas a verdade é que a gente queria muito! hahahahha. O quinto dia foi mais um dia circulando a cidade e verificando de 10 em 10 minutos o craigslist. Marcamos algumas coisas, mas nada deu certo. Naquele ponto a gente tava se aplicando pra qualquer coisa…

Destaco um ap que fomos visitar (5to dia) para resumir a situação geral: chegamos lá, várias pessoas interessadas em alugar. Todos visitando o ap na mesma hora que a gente (aqui é assim, raramente  tem visita individual). Como era bonitinho, bem localizado, não muito caro, eu nem terminei de ver e já pedi a folha para preencher. Aqui eles tecnicamente tem uma política de quem aplicar antes tem preferência. Apliquei e fui embora. Algumas horas depois, dando reload no craigslist descobrimos que ela tinha aumentado em $500 dólares o valor do aluguel! #pessoaboa

No sexto dia visitamos um ap em Kitslano. Era um preço razoavel, a localização maravilhosa. Aplicamos (junto com outras 30 pessoas). O cara disse que gostou de nós, mas preferiu alguém com histórico de crédito. Continuamos mandando mensagem e marcando horários. Mas nessa altura, só tinha coisa para outubro e no máximo meio de setembro. A gente tinha visita marcada pra quase duas semanas depois do dia que ligamos… Começamos a procurar e calcular o rombo que teríamos por ficar mais tempo no air BnB.

No sétimo dia vimos um anúncio e respondemos bem rápido. Marcamos a visita. Quando chegamos lá, a dona do Ap falou que fomos os primeiros a entrarem em contato e que por isso éramos os primeiros a visitar o apartamento. Ele era bem bonitinho, não era bem a localização, nem o prédio, nem o valor que a gente queria, mas era bem melhor que ficar na rua então aplicamos.

Durante a aplicação expliquei que a gente não tinha histórico de crédito e começamos a conversar sobre pq eu tinha vindo para cá, o que fazíamos no Brasil. A dona adorou o fato de trabalharmos com cinema e quando mostramos nosso trabalho – pelo site da empresa – ela ficou encantada. Depois de mais um pouco de conversa ela disse “não sei se deveria fazer isso, mas gostei de vocês. Me tragam o dinheiro amanhã e contrato será fechado”.

A gente se despediu dela e saímos felizes e um tanto chocados, pq a gente nem tinha conversado direito se era ali mesmo que a gente queria ficar. Mas a partir do momento que a gente tinha mais um dia para definir nosso destino e uma porta tava ali, aberta para a gente, entramos sem pestanejar.

(A foto ao lado foi tirada depois que recebemos a chave, no momento de alívio quando eu finalmente tive a garantia de que esse seria nosso lar. Adoro essa foto pq me lembra a paz de ter encontrado um lugarzinho nosso. E o caderninho na frente tem a lista de coisas que eu tinha que fazer ainda… )

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s